seu melhor jogo

O handebol é um esporte emocionante e dinâmico que envolve duas equipes competindo para marcar gols lançando uma bola em uma meta. Além das habilidades individuais dos jogadores, as equipes também empregam diferentes sistemas táticos para ganhar vantagem sobre seus oponentes.

Os sistemas táticos do handebol são estratégias de jogo que as equipes utilizam para organizar seus jogadores na quadra, tanto na defesa quanto no ataque.

Eles são como um plano de jogo que envolve a movimentação dos jogadores e as jogadas específicas para marcar gols e defender a própria meta.

Vamos explorar alguns dos sistemas táticos do handebol!

Participe da nossa comunidade gratuita no Whatsapp e receba diariamente dicas, notícias e curiosidades de mais de 50 esportes! Clique aqui para participar.

Conheça os principais sistemas táticos do handebol

No handebol, os sistemas táticos são como estratégias de jogo que as equipes usam para superar seus oponentes. 

Esses sistemas ajudam a criar espaços, bloquear os ataques adversários e maximizar as chances de marcar gols.

Existem diversos sistemas táticos no handebol, cada um com suas próprias características e formas de serem aplicados.

sistemas táticos do handebol

Sistemas táticos do handebol: defesa

Como na maioria dos esportes, existem sistemas táticos do handebol para a hora de defender e para a hora de atacar. Neste primeiro momento, nosso foco será o primeiro.



seu melhor jogo

A zonas defensivas no handebol

  • A Posição Defensiva 1, localizada nas extremidades esquerda e direita da quadra, é posicionada próxima à junção entre a linha de fundo e a linha lateral, sendo os principais encarregados de marcar os pontas adversários;
  • A Posição Defensiva 2, também localizada nas extremidades esquerda e direita da quadra, é um pouco mais centralizada em comparação com a posição 1, sendo os principais responsáveis pela marcação dos meias adversários;
  • A Posição Defensiva 3, também nas extremidades esquerda e direita da quadra, é responsável pela marcação na região central, sendo conhecida como a posição defensiva de base, com a função de marcar o armador central e o pivô da equipe adversária;
  • O Goleiro, a última linha defensiva no Handebol, tem a tarefa de defender os arremessos em direção à meta e orientar o posicionamento defensivo da equipe.

Defesa por zona 6:0

A defesa por zona 6:0 é uma estratégia muito popular no handebol e serve como base para outras táticas. Nesse sistema, os jogadores se organizam em zonas, formando uma linha defensiva de 6 metros, deixando apenas o goleiro fora dessa barreira.

Cada jogador defensivo é responsável por uma área específica e a marcação é ajustada de acordo com o movimento da bola. 

defesa em zona 6:0, sistemas táticos do handebol

Defesa em zona 6:0 – Foto

defesa em zona 6:0 com flutuação, sistemas táticos do handebol

Defesa em zona 6:0 com flutuação ativa – Foto

Não há posições fixas, então os jogadores precisam se mover constantemente, seja para frente e para trás, seja lateralmente, dependendo de onde a bola está sendo jogada pelo time adversário.

As vantagens desse sistema incluem a dificuldade para os adversários penetrarem na defesa e limitação dos movimentos do pivô adversário, o que torna os arremessos mais difíceis.

Defesa por zona 5:1

Na defesa por zona 5:1, cinco jogadores se posicionam na primeira ou segunda linha defensiva, cada um com a função de evitar passes e infiltrações do time adversário.

defesa 5:1, sistemas táticos do handebol

Defesa em zona 5:1 – Foto

Esse sistema é especialmente útil contra equipes com bons arremessadores de perto e de longe, além de um bom organizador de jogo.

Defesa por zona 4:2

Já na defesa por zona 4:2, a equipe divide-se em duas linhas defensivas, com dois jogadores próximos à marca de nove metros na primeira linha e quatro próximos à marca de seis metros na segunda.

defesa 4:2, sistemas táticos do handebol

Defesa em zona 4:2 – Foto

Essa tática visa evitar arremessos de média e longa distância, com os jogadores da segunda linha se movendo lateralmente, para frente e para trás, e diagonalmente.

Sistema 3:2:1

O sistema 3:2:1 envolve três linhas defensivas, com a primeira composta pelos defensores laterais e centrais próximos à área de seis metros, a segunda pelos laterais e a terceira pelo defensor avançado na linha de nove metros.

sistema 3:2:1, sistemas táticos do handebol

Sistema 3:2:1 – Foto

Uma das vantagens desse sistema é facilitar os contra-ataques.

Lista dos sistemas táticos do handebol: defesa

  • Defesa por zona 6:0
  • Defesa por zona 5:1
  • Defesa por zona 4:2
  • Sistema 3:2:1

Sistemas táticos do handebol: ataque

Agora vamos explicar os sistemas táticos ofensivos. Confira:

Ataque posicional

O ataque posicional é um sistema onde a bola é movimentada rapidamente entre os jogadores, cada um ocupando uma posição específica para criar espaços na defesa adversária e abrir oportunidades para marcar gols.

Ataque em circulação

O ataque em circulação é uma estratégia popular, onde os jogadores trocam constantemente de posição, tornando a marcação do adversário mais difícil.

Ataque combinado

O ataque combinado combina elementos do ataque posicional e da circulação, com alguns jogadores mantendo posições fixas enquanto outros se movimentam pela quadra.

Para ter sucesso, os ataques devem ser rápidos, evitando serem considerados passivos pelo árbitro, o que pode resultar em penalidades para a equipe.

Também existem os sistemas de ataque em 6:0 e 5:1.

Ataque na zona 6:0

Altamente eficaz contra sistemas defensivos 6:0, 5:1, 3:3 e 3:2:1. Este método ofensivo é reconhecido pela sua simplicidade.

Seis jogadores se alinham à frente da área do tiro livre, buscando cobrir toda essa região.

A interação entre eles deve priorizar a troca de passes, visando a penetração ou a criação de oportunidades para arremessos de longa distância.

Nessa estratégia, não há um papel definido para o pivô, cabendo aos armadores a responsabilidade de conduzir as jogadas pelas laterais.

Isso induz a defesa adversária a se deslocar para um dos lados, permitindo que o ataque explore o espaço na direção oposta.

Se a armação se inicia no centro da quadra, os jogadores devem circular a bola próximo à linha divisória, evitando os cortes dos defensores adversários.

ataque2

Ataque na zona 6:0 – Foto.

Ataque na zona 5:1

Estratégia eficaz contra sistemas defensivos 6:0, 4:2, 3:3 e 3:2:1. Cinco jogadores se posicionam na frente, na área de tiro livre, enquanto um pivô se posiciona próximo ao gol, ocupando a região central da baliza para maximizar suas chances de arremesso.

O pivô ajusta seus movimentos de acordo com a movimentação da bola, facilitando seu recebimento e avançando em direção à jogada conforme necessário.

Os outros cinco jogadores assumem o papel de armar a jogada, com três deles dedicados a essa função específica, enquanto os dois restantes, posicionados nas pontas, buscam a penetração na área ou oferecem suporte ao pivô nas finalizações e arremessos.

ataque1

Ataque na zona 5:1 – Foto.

Lista dos sistemas táticos do handebol: ataque

  • Ataque posicional
  • Ataque em circulação
  • Ataque combinado
  • Ataque na zona 6:0
  • Ataque na zona 5:1

O que achou de conhecer melhor os sistemas táticos do handebol? Se você curtiu, leia também:



seu melhor jogo