seu melhor jogo

O skate é muito mais do que um simples esporte. É uma cultura, um estilo de vida e uma forma de expressão que tem cativado pessoas em todo o mundo.

Desde suas origens humildes nas ruas da Califórnia, o skateboarding evoluiu para se tornar uma atividade amplamente reconhecida e respeitada.

Neste guia, você vai mergulhar profundamente no universo deste esporte e ficará por dentro de tudo sobre o skate, como história, regras, equipamentos de proteção, modalidades, principais skatistas e campeonatos.

Confira 👇

Qual é a origem do skate?

O skate surgiu na Califórnia, Estados Unidos, na década de 1960, como uma forma de entretenimento para surfistas em períodos de maré baixa.

Eles basicamente pegaram uma prancha de madeira e adicionaram rodinhas de patins, para que pudessem “surfar” nas ruas da cidade. Não foi à toa que a prática ficou conhecida na região como “surfe de calçada”.

Os primeiros skates eram bastante rudimentares. Porém, com a popularização da nova modalidade, principalmente nos anos 1970, eles começaram a ser comercializados com um padrão de qualidade mais elevado.

Vale ressaltar que o formato inicial do skate era retangular. Larry Stevenson, no entanto, revolucionou o mercado ao produzir o shape oval que conhecemos hoje. O empresário, inclusive, foi o fundador da popular marca Makaha.

Nesse período, houve outros avanços significativos na tecnologia do skate, como trucks (eixos) e rodas, o que permitiu maior controle e mobilidade.



seu melhor jogo

Com o tempo, competições, atletas profissionais e revistas especializadas em skate irromperam nos EUA, ajudando o esporte a se tornar não apenas um fenômeno global, mas também um estilo de vida.

Tony Hawk é considerado um dos principais responsáveis pela internacionalização do esporte. O carismático skatista norte-americano participou de competições, criou produtos e difundiu a modalidade.

Quem aí nunca jogou Tony Hawk’s Pro Skater no PlayStation, não é mesmo? A franquia conquistou uma legião de fãs, até mesmo que não praticava skate.

Quando o skate veio para o Brasil?

guia tudo sobre o skate
Bob Burnquist (Foto: Jed Jacobsohn)

O skate chegou ao Brasil na década de 1960, impulsionado pela influência dos surfistas norte-americanos que vinham ao país pegar ondas em cidades costeiras como Rio de Janeiro e Santos.

Entretanto, o verdadeiro boom do skate no Brasil ocorreu na década de 1970, quando os primeiros fabricantes de skate nacionais começaram a produzir pranchas e componentes, tornando o esporte mais acessível.

Nesse período, a modalidade passou a ser reconhecida como uma atividade esportiva por si só, e não apenas como um complemento ao surfe.

Em 1974, a primeira pista de skate da América Latina foi construída na Praça Ricardo Xavier da Silveira, em Nova Iguaçu-RJ.

A partir daí, inúmeros campeonatos começaram a ser realizados em todo o país, como o primeiro grande evento de skate que rolou no parque Quinta da Boa Vista, no Rio, reunindo skatistas de diferentes idades em 1975.

Há de se destacar também a contribuição de programas de TV, revistas e skatistas profissionais, como Sérgio Negão, Bob Burnquist e Sandro Dias, o “Mineirinho”, que fizeram o skate ganhar projeções cada vez maiores.

Burnquist, inclusive, é uma das grandes lendas do skate mundial. Ele ganhou torneios internacionais e foi eleito o melhor skatista do mundo em 1997.

Atualmente, estima-se que 8.5 milhões de brasileiros pratiquem o esporte em território nacional. Com a entrada do skate nos Jogos Olímpicos, é bem provável que esse número ganhe dígitos duplos muito em breve.

Quais são as regras básicas do skate?

O skate profissional é dividido em diversas categorias, cada uma com suas peculiaridades, então não há um conjunto de regras globais no esporte.

Geralmente, vence um campeonato o skatista que apresentar o melhor desempenho dentre os participantes, oferecendo um repertório de manobras diversificado, complexo, bem executado e dentro do tempo estipulado.

Nas competições do esporte, essas manobras e movimentos são avaliados por uma banca de jurados especialistas em skate.

Modalidades do skate

modalides do skate
Modalidade bowl (Foto: Nicolas Jacquemin)
  • Street
  • Vertical
  • Freestyle
  • Slalom
  • Park
  • Downhill

O que é skate street?

skate street
Street

O street é a modalidade mais popular e praticada em todo o mundo. Nela, skatistas usam obstáculos urbanos, como corrimãos, escadas, bancos e bordas para realizar manobras, como ollies, kickflips, grinds e slides.

O que é skate vertical?

skate vert
Vert

O vert é praticado em rampas com inclinações acentuadas. Nelas, os skatistas realizam manobras aéreas, como grab tricks, inverts e giros.

As principais subdivisões do skate vertical são: bowl (pistas em formato de piscinas vazias), banks (“piscinas” mais rasas, sem paredes de inclinação), half-pipe (as tradicionais rampas em formato de “U”), mini rampas e mega rampas.

O que é skate freestyle?

skate freestyle
Freestyle

A modalidade freestyle é caracterizada por manobras criativas e coreografadas, muitas vezes realizadas em uma área plana ou em pistas específicas. Os skatistas de freestyle executam não apenas manobras tradicionais, mas também truques de dança, equilíbrio e rotação.

O que é skate slalom?

skate slalom
Slalom

O skate slalom envolve a navegação por um percurso de cones em alta velocidade. Desta forma, o skatista precisa realizar curvas apertadas e manobras técnicas para completar o trajeto o mais rápido possível.

O que é skate park?

skate park
Park

O park é uma das modalidades mais recentes do skate e engloba vários elementos de outras categorias. Nela, os atletas precisam realizar manobras em um percurso composto por rampas, bowls, corrimãos, banks e escadas.

Desta forma, eles podem executar manobras tanto do skate vertical (grab tricks, inverts, giros) quanto do skate street (ollies, kickflips, grinds, slides).

O que é skate downhill?

skate downhill
Downhill

O downhill é a categoria menos badalada do esporte. Ela consiste em descer ladeiras inclinadas, seja realizando manobras (downhill slide) ou da forma mais rápida possível para conseguir o melhor tempo (downhill speed).

Tipos de skate

  • Skateboard
  • Longboard
  • Cruiser
  • Waveboard

O que é skateboard?

skateboard
Skateboard

O skateboard é o skate tradicional que conhecemos, composto por tábua, trucks, rodas, rolamentos e fita antiderrapante. É o modelo utilizado nas principais modalidades, como street, park e vertical.

O que é longboard?

longboard
Longboard

O longboard, quando comparado ao skateboard, possui uma prancha mais alongada e rodinhas mais macias, ideais para descidas em alta velocidade. Trata-se de um modelo bastante usado em provas de downhill.

O que é skate cruiser?

skate cruiser
Cruiser

O cruiser é uma versão reduzida do longboard, ou seja, menor e mais rápido. Não são utilizados em competições, apenas no dia a dia. Muitas pessoas usam esse modelo para se locomover nas cidades, trabalhar, etc.

O que é waveboard?

waveboard
Waveboard

O waveboard é um modelo mais moderno, composto por apenas duas rodas. Para impulsioná-lo, precisamos executar um movimento de balanço lateral, alternando o peso de um pé para o outro, como se fôssemos uma “serpente”.

Equipamentos de skate

Os skatistas frequentemente usam uma variedade de equipamentos para aprimorar seu desempenho e garantir sua segurança. São eles: capacete, joelheira, cotoveleira e luvas (no caso da modalidade downhill).

Esses equipamentos são fundamentais para quem pratica o esporte, pois tombos, tropeços e pancadas são bem frequentes.

Andar de skate exige equilíbrio. Além disso, sempre caímos no chão até dominarmos uma manobra, principalmente aquelas que envolvem flip.

Quais são os benefícios de andar de skate?

  • Requer um alto nível de coordenação entre os membros inferiores e superiores, o que ajuda a melhorar a destreza e o equilíbrio;
  • Envolve o uso de muitas partes do corpo, como pernas, abdome, braços e costas, o que contribui para o fortalecimento muscular;
  • Andar de skate é um exercício cardiovascular eficaz que ajuda a melhorar a resistência e a capacidade pulmonar;
  • Manter o equilíbrio na prancha durante a execução de manobras ajuda a desenvolver habilidades de estabilidade;
  • Envolve a execução de manobras, truques e movimentos que aprimoram as habilidades motoras finas e grossas;
  • Praticar o esporte pode ser uma atividade terapêutica que ajuda a reduzir o estresse e a ansiedade, melhorando o humor;
  • Aprender novas habilidades e manobras contribui para o aumento da autoconfiança e também da autoestima;
  • É uma forma de expressão artística, permitindo que os skatistas desenvolvam seu próprio estilo e criatividade nas manobras;
  • Muitos skatistas gostam de praticar ao ar livre, o que promove uma conexão com a natureza e o meio ambiente.

Principais campeonatos de skate

rayssa leal
Rayssa Leal – Tóquio 2020
  • Jogos Olímpicos
  • Mundial de Skate
  • Street League
  • X Games

Jogos Olímpicos

Finalmente, depois de muitos anos, o skate foi introduzido aos Jogos Olímpicos em 2020 como modalidade oficial do evento. O esporte foi dividido em quatro categorias: street masculino, street feminino, park masculino e park feminino.

Em Tóquio, os vencedores foram:

  • Sakura Yosozumi (Japão) Park Feminino
  • Keegan Palmer (Austrália) Park Masculino
  • Momiji Nishiya (Japão) Street Feminino
  • Yuto Horigome (Japão) Street Masculino

O Brasil bateu na trave e conquistou três pratas com Pedro Barros (park masculino), Rayssa Leal (street feminino) e Kelvin Hoefler (street masculino).

Mundial de Skate

Todos os anos, o Mundial de Skate (World Skateboarding Championship) é realizado pela World Skate, a entidade máxima do esporte.

Competem no campeonato apenas os melhores atletas das modalidades street e park, assim como acontece nos Jogos Olímpicos.

Até 2017 existiam dois torneios separados. O Mundial de Street se chamava SLS Super Crown World Championship e o Mundial de Park se chamava Vans Park Series World Championship. Após 2017, ambos os eventos foram unificados.

Cinco brasileiros diferentes já conquistaram o Mundial de Skate: Pedro Barros no park e Kelvin Hoefler, Letícia Bufoni, Pamela Rosa e Rayssa Leal no street.

Rayssa, inclusive, é a atual bicampeã do torneio. Ela venceu o Mundial em 2022 e 2023, cravando seu nome como melhor skatista do street feminino atualmente.

Street League

A Street League Skateboarding, frequentemente abreviada como SLS, é uma liga profissional de skate street fundada em 2010 pelo ex-skatista profissional Rob Dyrdek. O evento é uma das competições mais prestigiadas no mundo e atrai alguns dos melhores atletas do planeta.

A SLS realiza uma série de etapas ao longo do ano, em diferentes cidades e países. Os skatistas competem em baterias, onde executam manobras e truques para acumular notas e avançar no torneio.

O formato da SLS é conhecido por seu sistema de pontos, que recompensa a execução técnica e consistente de manobras difíceis. Os skatistas são julgados com base em critérios como complexidade, estilo e criatividade.

X Games

O X Games é um evento que se concentra em esportes radicais e de ação, como skate, bicicleta, snowboarding, ski e motocross. Atualmente, o skateboard é dividido em três modalidades: park, street e vertical.

Criado pelo canal ESPN em 1995, a competição tornou-se um dos maiores e mais prestigiados campeonatos desse gênero no mundo.

Além dos torneios, o X Games também conta com outras atrações, como shows ao vivo, música, eventos interativos e a oportunidade de os fãs se aproximarem dos atletas e da cultura dos esportes radicais.

Melhores skatistas da história

tony hawk
Tony Hawk (Foto: Gareth Cattermole)
  • Tony Hawk (Estados Unidos)
  • Daewon Song (Coreia do Sul)
  • Elissa Steamer (Estados Unidos)
  • Bob Burnquist (Brasil)
  • Rodney Mullen (Estados Unidos)
  • Stacy Peralta (Estados Unidos)
  • Lyn-Z Adams (Estados Unidos)
  • Nyjah Huston (Estados Unidos)
  • Rayssa Leal (Brasil)
  • Mark Gonzales (Estados Unidos)
  • Tony Alva (Estados Unidos)
  • Letícia Bufoni (Brasil)

Perguntas frequentes sobre skate

  • Quanto tempo dura o skate?
  • Qual é o skate mais caro do mundo?
  • Quanto custa em média um skate para iniciantes?
  • Quais são as peças de skate?

Quanto tempo dura o skate?

Para quem pratica o esporte regularmente, um skate pode durar entre seis meses e dois anos. Essa estimativa foi feita por uma empresa norte-americana de equipamentos chamada Gamer Gear.

É claro que esse período pode variar de acordo com vários fatores, como frequência de uso, marca, qualidade das peças, tipo de solo onde o esporte é praticado e, sobretudo, manutenção.

Qual é o skate mais caro do mundo?

O skate mais caro do mundo é um modelo colaborativo feito pelas marcas Louis Vuitton e Supreme. Seu valor pode chegar a US$ 88.000 (aproximadamente R$ 450.000 na atual cotação do real).

Quanto custa em média um skate para iniciantes?

Um skate tradicional para iniciantes custa entre R$ 200 e R$ 500, de acordo com matéria publicada pelo Estadão Summit Mobilidade.

Quais são as peças de skate?

O skate é formado por uma tábua (onde o skatista fica em pé), trucks (eixos), rodas (que fazem o skate deslizar), rolamentos (permitem que as rodas girem suavemente) e fita antiaderente (fornece aderência aos pés).

É isto! Agora você sabe tudo sobre skate. Gostou deste conteúdo? Registre sua opinião nos comentários, pois ela é bastante valiosa para nós!

E continue nos acompanhando diariamente, tá? Publicamos conteúdos fresquinhos e atualizados sobre esportes todas as manhãs.



seu melhor jogo